Memorial

Companheiros de Pensamentos

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Recordar é Viver (Parte 9)

Há um ano atrás levámos minhas amigas à descoberta do Alentejo (região que adoro), mas sem antes parar na “Casa das Queijadas”, no Porto Alto, para saborear umas maravilhosas queijadas. Nesta casa há sempre novas queijadas e têm uma variedade que torna impossível comer uma só.
Arraiolos
Seguimos caminho levando, como sempre, a boa disposição e alegria.
Minha amiga Te faz bordados de Arraiolos e não podíamos deixar de visitar a origem desses bordados. Em Arraiolos, tive que dar a provar às minhas amigas e ao maridão, o "pastel de toucinho" que, ao contrário do que o nome pode sugerir, é um doce delicioso.

Passeámos pelas ruas, entrámos em algumas lojas (cujo atendimento não foi nada de especial, enfim!) e continuámos nosso passeio, desta vez, com destino a Évora, “Património Mundial”, onde almoçámos no Restaurante “De Boa Fé” e aqui, sim, o atendimento foi acolhedor e acompanhado por uma comida bem saborosa.
Évora
Após o almoço percorremos as suas ruas, vimos a sua arquitectura, as suas igrejas, … ; e partimos para as terras de Monsaraz para apreciar aquela vasta e linda paisagem alentejana, do seu castelo.

Se seguida, fomos visitar uma obra dos tempos modernos: a Barragem do Alqueva.
Infelizmente, o progresso, muitas vezes, obriga a sacrifícios e fizemos uma paragem na nova Aldeia da Luz, onde visitámos o Museu da Luz. Este museu é mesmo merecedor de uma visita atenta. Saímos de lá completamente emocionadas.
Clic na imagem para ver mais fotos.
Seguimos caminho e fomos parar num lugar que possui um passado bem longínquo: Cromeleque dos Almendres.
“O recinto megalítico dos Almendres, um dos maiores monumentos públicos da humanidade, constitui o maior conjunto de menires estruturados da Península Ibérica e é um dos mais importantes da Europa. Este monumento megalítico inicialmente era constituído por mais de uma centena de monólitos. A sua escavação permitiu a detecção de várias fases construtivas ao longo do período Neolítico (V e IV milénios a. C.), até alcançar aspecto semelhante ao hoje apresentado. 92 menires com diferentes formas e dimensões, desde pequenos blocos rudemente afeiçoados, outros maiores que deram ao local o nome de Alto das Pedras Talhas. Formaram dois recintos erguidos em épocas distintas, geminados e orientados segundo as direcções equinociais. Uma dezena de monólitos está decorada exibindo relevos ou gravuras. Foi um monumento com funções religiosas e, provavelmente um primitivo observatório astronómico. O monumento está situado na Herdade dos Almendres, propriedade de José Manuel Neves.” (fonte: http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-cromeleque-dos-almendres-14482)
Mas ainda restava um pouco do dia e rumámos às Salinas do Rio Maior.
“Estas salinas são únicas no país e são fruto de uma maravilha da natureza. A água salgada provém de uma extensa e profunda mina de sal-gema, que é atravessada por uma corrente subterrânea de água doce, que se torna depois salgada. Trata-se de sal puro (97,94% de cloreto de sódio), que é recolhido nos talhos pelos marinheiros (designação dada aos salineiros).” (fonte: http://www.regiaoderiomaior.pt/marinhas.htm)
Infelizmente, seguimos a orientação do GPS e demorámos mais tempo do que era esperado. Chegámos já ao por do sol e não deu para ter a bela visão que se tem com dia claro. Restou-nos jantar no “Solar do Sal”.
Mas apesar deste contratempo, as minhas amigas mantiveram a boa disposição e a alegria. Como é bom viajar em Boa Companhia.


E do outro lado do oceano, no presente;

- A Te "diz":

ANA
MAIS UM DIA DE GRANDES ROTEIROS!!!!
PRIMEIRO: O QUE SÃO AQUELAS QUEIJADAS DO PORTO ALTO??????? GENTE, AQUELES DOCES SÃO DELICIOOOOOOOOOOOOOOOOOOSOS!!!
PARA QUEM GOSTA, A PARADA É OBRIGATÓRIA!!!!! UM DIA, DESEJO LÁ VOLTAR!!!!!! POSSO?

EM SEGUIDA ARRAIOLOS.
QUE CAPRICHO!!!!DEPOIS DE VISITAR TANTAS LOJAS E COMPRAR ALGUNS ARTESANATOS E REVISTAS, PARA GUARDAR DE RECORDAÇÃO, TIVE A CERTEZA QUE TAMBÉM SOU CAPRICHOSA!!!!

AO COMPARAR OS BORDADOS QUE FAÇO EM MEUS TAPETES, COM O TALENTO QUE SE APRESENTA NA ALDEIA, PUDE PERCEBER QUE APRENDI DIREITINHO A LIÇÃO!!!!E PARA ADOÇAR A BOCA, AQUELE PASTELZINHO DE TOUCINHO ESTAVA DIVINO!!!!
MAIS ALÉM, ÉVORA. QUE LUGAR HISTÓRICO!!!! QUE CENÁRIO !!!!!DEPOIS, OUTRO BELO ALMOÇO!!!!
E A BARRAGEM DE ALQUEVA? QUE LUGAR ALTO!!!! DÁ ATÉ FRIO NA BARRIGA OLHAR LÁ PARA BAIXO!!!!!
SABE ANA, TENHO UM POUCO DE MEDO DE ALTURA. QUANDO VISITEI A BARRAGEM FIQUEI IMAGINANDO COMO ELA FOI CONSTRUÍDA. AINDA BEM QUE EU SOU PROFESSORA E NÃO PRECISO FICAR TRABALHANDO PENDURADA A CORDAS. ESTARIA CONSTANTEMENTE EM PÂNICO.
E A EMOÇÃO DO MUSEU DA LUZ? COMO É TRISTE TER QUE ABANDONAR A SUA TERRA NATAL POR CAUSA DO PROGRESSO. QUANTAS HISTÓRIAS SE PERDERAM DENTRO DAQUELAS ÁGUAS!!!! ENTRETANTO, O BOM DISSO É QUE OUTRA CIDADE FOI CONSTRUÍDA E ELES TIVERAM A OPORTUNIDADE DE SE ACOMODAR COM DIGNIDADE. MELHOR DO QUE AS PESSOAS QUE PERDEM TUDO EM "SURPRESAS" TSUNAMES.
E CROMELEQUE??? NUNCA HAVIA VISTO ALGO PARECIDO. QUE INTERESSANTE A DISPOSIÇÃO DAS PEDRAS!!!!
E PARA TERMINAR, MARINHAS DO SAL!!!OUTRA IMAGEM PARA SE GUARDAR NAS FOTOGRAFIAS E NA MEMÓRIA. MESMO A NOITE, A IMAGEM ERA INTERESSANTE!!!! ACREDITO QUE DE DIA, CONSEGUIRÍAMOS VER ATÉ O LOCAL COM PESSOAS A TRABALHAR.
ANA E CARLOS, VOCÊS SÃO OS MELHORES GUIAS DE TURISMO QUE EU JÁ TIVE NA VIDA. NUNCA FIZ UMA VIAGEM ONDE UM GUIA ME EXPLICASSE TÃO BEM E ME MOSTRASSE LOCAIS TÃO INTERESSANTES E SIGNIFICATIVOS. MUUUUUUUUUUUUUUUUUITO OBRIGADA!!!
VOU DEVER ESSA PARA O RESTO DA VIDA!!!!!

BEIJOS DA TEREZINHA DO BRASIL

- A Li "diz":

Ana,
Alentejo foi deslumbrante. Creio que você sabe o que me causa apresentando a "Casa das Queijadas". Tens a noção do desespero em ver as tais queijadinhas? Fico enlouquecida, pois um ser humano não pode viver sem queijadinhas de amêndoas e todas as outras variedades. Penso que ficarei este final de semana refletindo sobre as próximas variedades que terei que saborear quando puder retornar.Arraiolo foi surpreendente, adorei ver os bordados, tapetes e toalhinhas, que artesanato bonito e de excelente qualidade e bom gosto; bem como provar o pastel delicioso de toucinho. Évora foi um encanto ver as largas ruas, a  arquitetura e a história. Eu estudei muito sobre a história de Évora, em História da Arte, e nunca imaginei que um dia poderia ver ao vivo tudo aquilo que meus professores apresentavam com riquezas de detalhes e de história.Não esqueço o prato "Bochecha de borrego"...UAU!!Nem sabia que se comia isso!!! BACALHAU SEMPRE!!!! Monsaraz dá a alegria de estar em terras alentejanas, lindas histórias e mais vistas encantadoras. Barragem de Alqueva é deslumbrante, imensa e valoriza os tempos modernos. Amei o Museu da Luz. Lá verti algumas lágrimas ao ouvir as narrativas dos antigos ao deixarem suas moradas para viver num futuro mais próspero.Somos saudosistas com a história de nossa vida e de nossos antepassados. Cromeleque dos Almendres foi espantoso. Nunca imaginei em conhecer tal lugar. Nem imaginava que este existia. Mais histórias e geografia surpreendentes. Para enriquecer ainda mais este dia o desfecho em
Marinhas do Sal. Ficamos fascinadas com tanto conhecimento e beleza do trabalho exercido ali. Apesar de estar escuro, fiquei encantada como se fosse dia. O jantar maravilhoso encerrou este dia...mais um inesquecível. Quero ratificar aqui, de como meus amigos, Carlos e Ana, construiram tanta alegria e felicidade para dividir conosco e acrescentar o conhecimento de histórias carregadas de sentimento, de vida e de cultura. Amigos serei eternamente grata por tantas histórias vividas em tão pouco tempo. Beijos

5 comentários:

TEREZINHA disse...

ANA

MAIS UM DIA DE GRANDES ROTEIROS!!!!

PRIMEIRO: O QUE SÃO AQUELAS QUEIJADAS DO PORTO ALTO??????? GENTE, AQUELES DOCES SÃO DELICIOOOOOOOOOOOOOOOOOOSOS!!!
PARA QUEM GOSTA, A PARADA É OBRIGATÓRIA!!!!! UM DIA, DESEJO LÁ VOLTAR!!!!!! POSSO?

EM SEGUIDA ARRAIOLOS.
QUE CAPRICHO!!!!DEPOIS DE VISITAR TANTAS LOJAS E COMPRAR ALGUNS ARTESANATOS E REVISTAS, PARA GUARDAR DE RECORDAÇÃO, TIVE A CERTEZA QUE TAMBÉM SOU CAPRICHOSA!!!!

AO COMPARAR OS BORDADOS QUE FAÇO EM MEUS TAPETES, COM O TALENTO QUE SE APRESENTA NA ALDEIA, PUDE PERCEBER QUE APRENDI DIREITINHO A LIÇÃO!!!!E PARA ADOÇAR A BOCA, AQUELE PASTELZINHO DE TOUCINHO ESTAVA DIVINO!!!!

MAIS ALÉM, ÉVORA. QUE LUGAR HISTÓRICO!!!! QUE CENÁRIO !!!!!DEPOIS, OUTRO BELO ALMOÇO!!!!

E A BARRAGEM DE ALQUEVA? QUE LUGAR ALTO!!!! DÁ ATÉ FRIO NA BARRIGA OLHAR LÁ PARA BAIXO!!!!!

SABE ANA, TENHO UM POUCO DE MEDO DE ALTURA. QUANDO VISITEI A BARRAGEM FIQUEI IMAGINANDO COMO ELA FOI CONSTRUÍDA. AINDA BEM QUE EU SOU PROFESSORA E NÃO PRECISO FICAR TRABALHANDO PENDURADA A CORDAS. ESTARIA CONSTANTEMENTE EM PÂNICO.

E A EMOÇÃO DO MUSEU DA LUZ? COMO É TRISTE TER QUE ABANDONAR A SUA TERRA NATAL POR CAUSA DO PROGRESSO. QUANTAS HISTÓRIAS SE PERDERAM DENTRO DAQUELAS ÁGUAS!!!! ENTRETANTO, O BOM DISSO É QUE OUTRA CIDADE FOI CONSTRUÍDA E ELES TIVERAM A OPORTUNIDADE DE SE ACOMODAR COM DIGNIDADE. MELHOR DO QUE AS PESSOAS QUE PERDEM TUDO EM "SURPRESAS" TSUNAMES.

E CROMELEQUE??? NUNCA HAVIA VISTO ALGO PARECIDO. QUE INTERESSANTE A DISPOSIÇÃO DAS PEDRAS!!!!

E PARA TERMINAR, MARINHAS DO SAL!!!OUTRA IMAGEM PARA SE GUARDAR NAS FOTOGRAFIAS E NA MEMÓRIA. MESMO A NOITE, A IMAGEM ERA INTERESSANTE!!!! ACREDITO QUE DE DIA, CONSEGUIRÍAMOS VER ATÉ O LOCAL COM PESSOAS A TRABALHAR.

ANA E CARLOS, VOCÊS SÃO OS MELHORES GUIAS DE TURISMO QUE EU JÁ TIVE NA VIDA. NUNCA FIZ UMA VIAGEM ONDE UM GUIA ME EXPLICASSE TÃO BEM E ME MOSTRASSE LOCAIS TÃO INTERESSANTES E SIGNIFICATIVOS. MUUUUUUUUUUUUUUUUUITO OBRIGADA!!!
VOU DEVER ESSA PARA O RESTO DA VIDA!!!!!

BEIJOS DA TEREZINHA DO BRASIL

Kippy Marrie disse...

Olá amiga querida...
Legal suas recordações de hoje.
Parabéns!
Hoje está tendo festa em meu blog.
Estou comemorando a conquista de 100 amiguinhos e voce faz parte desta conquista.
Por isso, venha "comer bolo" no meu blog. Será um prazer. Afinal... Voce é minha amiga querida e agradeço por sua amizade.
AMIGAS PARA SEMPRE!
aus 1000 com amor...

KIPPY

acácia rubra disse...

Fui vendo, vendo, vendo...

Mas do que gostei mais foi da água na boca por ver as queijadas e as não poder comer...

Beijo

Sandra Puff disse...

Ai, Rosa...
Que Delícia essas tuas narrativas....
Eu também bordava em ponto arraiolo...fiz vários tapetes, tapetinhos....até que adquiri uma alergia...rsss, então parei.
Agora, o que são essa queijadas?, esses doces de Portugal deixam todos aqui com água na boca...
Um beijo.

Alice disse...

Ana,
Alentejo foi deslumbrante. Creio que você sabe o que me causa apresentando a "Casa das Queijadas". Tens a noção do desespero em ver as tais queijadinhas? Fico enlouquecida, pois um ser humano não pode viver sem queijadinhas de amêndoas e todas as outras variedades. Penso que ficarei este final de semana refletindo sobre as próximas variedades que terei que saborear quando puder retornar.Arraiolo foi surpreendente, adorei ver os bordados, tapetes e toalhinhas, que artesanato bonito e de excelente qualidade e bom gosto; bem como provar o pastel delicioso de toucinho. Évora foi um encanto ver as largas ruas, a arquitetura e a história. Eu estudei muito sobre a história de Évora, em História da Arte, e nunca imaginei que um dia poderia ver ao vivo tudo aquilo que meus professores apresentavam com riquezas de detalhes e de história.Não esqueço o prato "Bochecha de borrego"...UAU!!Nem sabia que se comia isso!!! BACALHAU SEMPRE!!!! Monsaraz dá a alegria de estar em terras alentejanas, lindas histórias e mais vistas encantadoras. Barragem de Alqueva é deslumbrante, imensa e valoriza os tempos modernos. Amei o Museu da Luz. Lá verti algumas lágrimas ao ouvir as narrativas dos antigos ao deixarem suas moradas para viver num futuro mais próspero.Somos saudosistas com a história de nossa vida e de nossos antepassados. Cromeleque dos Almendres foi espantoso. Nunca imaginei em conhecer tal lugar. Nem imaginava que este existia. Mais histórias e geografia surpreendentes. Para enriquecer ainda mais este dia o desfecho em
Marinhas do Sal. Ficamos fascinadas com tanto conhecimento e beleza do trabalho exercido ali. Apesar de estar escuro, fiquei encantada como se fosse dia. O jantar maravilhoso encerrou este dia...mais um inesquecível. Quero ratificar aqui, de como meus amigos, Carlos e Ana, construiram tanta alegria e felicidade para dividir conosco e acrescentar o conhecimento de histórias carregadas de sentimento, de vida e de cultura. Amigos serei eternamente grata por tantas histórias vividas em tão pouco tempo. Beijos