Memorial

Companheiros de Pensamentos

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Apenas bestas.

Fico imaginando como o nosso mundo não ficaria muito melhor se "certa juventude" canalizasse o seu ímpeto, a sua energia, a sua "pseudo" revolta, para vivenciar atitudes do BEM.
(imagem da net)
Só para dar alguns exemplos:
- Se resolvessem (já que têm tanto tempo livre) visitar, conversar, colaborar com pessoas idosas que vivem sozinhas;
- Se resolvessem visitar aqueles doentes que não recebem visitas e levar-lhes um pouco dessa energia que tanto têm;
 - Se fossem dar um pouco de atenção e cuidado aos canis e gatis, por que não?
Dizem que o futuro está nas mãos dos jovens! Meu Deus, que futuro nos espera?
E desde quando eu descarrego a minha revolta na vida dos outros?
Apesar de alguns comentaristas, sociólogos, psicólogos, jutificassem tais atitudes com o desemprego, com a "crise"; ... não vi jovens saquear para roubar comida.
Só vi apenas o prazer em destruir, em estragar...
Prazer em partir tudo, queimar tudo, prazer em fazer mal.

7 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

OLá

Este é um dos blogues em que estou (muito) em falta. Agradeço antes de mais as palavras no meu canto.

E, sim, subscrevo este texto, e soberetudo nao vermos os jovens a roubar a comida. Ora aí está. O problema é o mesmo de sempre: a crise de valores que os deita para os submundos e com esses para a incivilidade e selvajaria...

Um beijinho imenso

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O mais triste
de tudo
é que este vazio,
esta falta de sentido,
de respeito,
de compromisso
com o outro,
ainda é justificada
por muitos
como uma fase...

Viver é sentir os sonhos
com o coração.

Blog da Rutha disse...

São extremamente egoístas e mal educados ! Também não sei como vai ser esse futuro, no nosso tempo tínhamos respeito pelas pessoas e agora não vejo isso nos jovens. Os pais também são culpados, não educam ! Espero que eles acordem para a vida !
Beijos
Laís

Sônia Silvino disse...

Concordo, amiga! Se envolvem com drogas, batem nos pais, roubam, desrespeitam... Crise sempre existirá no mundo. É preciso saber superá-la.
Beijocas!

Maria João disse...

O grande problema, minha amiga, é que fomos "nós" os adultos das spciedades actuais que criámos as condições para que tudo isto acontecesse. Desvalorizámos na educação o que jamais deveria ser dessvalorizado e " dissemos" aos nossos filhos que tudo é possível, basta querer, e que o outro é um mal menor que se for preciso pode e deve ser abatido. Existem inúmeros códigos de conduta errada que temos passado aos "nossos" filhos, quer no dia a dia, quer nos meios de comunicação social, quer nas observações que fazemos em privado e publicamnete, quer na forma como nos relacionamos no trabalho e com os nossos pares.
Existem consequências gravissímas dos estilos de vida que criámos e deixámos para segunda ordem de importância os valores que eram e são, realmente, fundamentais. O respeito pelo outro, pela vida, pela natureza, a humildade, o valor do trabalho, da honra e do brio pessoal.

Um beijinho Ana Paula

TEREZINHA disse...

ANA

EU ACREDITO QUE UM DIA ISSO MUDARÁ!!!!!!!!!!!!!!!!

SÓ NÃO SEI SE ESTAREMOS POR AQUI PARA VER ESTA MUDANÇA, EM QUE EU ACREDITO.

TAMBÉM ACHO QUE HÁ MAIS GENTE FAZENDO O BEM DO QUE O MAL, ENTRETANTO SÓ O MAL PARECE LEGAL. E SÓ O QUE É ERRADO PARECE SER ENGRAÇADO.

MAS VAMOS ACREDITAR QUE UM DIA ISSO VAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI MUDAR, AMIGA!!!!

BEIJOS DA TEREZINHA DO BRASIL!!!!!!

pinguim disse...

Os pais têm vindo progressivamente a demitir-se da sua principal função: educar os seus filhos.
Aí está a razão pela qual o que anseias para os jovens de hoje se torna cada vez mais utópico.