Memorial

Companheiros de Pensamentos

quinta-feira, 9 de julho de 2009

in "O Vendedor de Sonhos"


Certa vez, houve uma inundação numa floresta imensa. O choro das nuvens que deveriam promover a vida dessa vez anunciou a morte. Os animais grandes bateram em retirada fugindo do afogamento, deixando até os filhos para trás. Devastavam tudo o que estava à frente. Os animais mais pequenos seguiam os seus rastos. De repente, uma pequena andorinha, toda ensopada, apareceu na direcção oposta procurando a quem salvar.
As hienas viram a atitude da andorinha e ficaram admiradíssimas. Disseram: “És louca! O que poderás fazer com um corpo tão frágil?” Os abutres bradaram: “Utópica! Vê se enxergas a tua pequenez!” Por onde a frágil andorinha passava, era ridicularizada. Mas, atenta, procurava alguém que pudesse resgatar. As suas asas batiam fatigadas, quando viu um filhote de beija-flor debatendo-se na água, quase a desistir… Apesar de nunca ter aprendido a mergulhar, atirou-se à água e com muito esforço pegou no diminuto pássaro pela asa esquerda. E bateu em retirada, carregando o filhote no bico.
Ao regressar, encontrou outras hienas, que não tardaram em declarar: “Maluca! Quer ser uma heroína!” Mas não parou; muito cansada, só descansou depois de deixar o pequeno beija-flor num local seguro. Horas depois, encontrou as hienas debaixo de uma sombra. Fitando-as nos olhos, deu a sua resposta: “Só me sinto digna das minhas asas se as utilizar para fazer os outros voarem.”
(Augusto Cury)

4 comentários:

Carla Silva disse...

Para álem de a andorinha ser uma das minhas aves favoritas, este texto está magnifico.
Se tudo e todos soubessem dar o devido valor ao que de melhor têm seria tudo mais fácil, mais bonito e sem tanta hipócresia...digo eu...

Rita Caissotti disse...

Gosto muito deste autor.E neste excerto gosto sobretudo da comparação que tal como na vida dos humanos...algumas hienas acham que uma andorinha pequena, pouco pode...muito menos voar e suportar um "peso"...

Pois a força e a coragem não se medem pelo tamanho de alguém...nem por se remar contra a maré quando nínguem o faz.

paulo disse...

ola meu nome e Paulo gostei muito desse autor esse livro vendedor de sonfos mudou a minha vida...
paulohenrike.zip.net

paulinho disse...

esse livro mudou a minha vida... paulohenrike.zip.net