Memorial

Companheiros de Pensamentos

domingo, 4 de abril de 2010

Como o Mar...


Quando olho para trás, para o que vivi até aqui, e quando olho ainda mais para trás, para a vida que meus Pais tiveram, penso imediatamente no Mar.
Costumava sempre dizer à minha Mãe que a nossa vida sempre foi como o Mar: cheia de ondas.
Umas vezes, ondas enormes; outras, ondas pequeninas; ainda outras vezes, ondas bem distanciadas umas das outras. Mas todas as ondas, acabavam sempre na praia.
Olho para o Mar e relaciono-o sempre com a minha vida: sempre amplo, sempre imprevisivel, sempre fornecendo várias direcções, vários desafios, mas, também, plenitude, calmaria.
Respeito o Mar, admiro-o, da mesma forma que respeito e admiro a Vida.
E assim vamos vivendo, esperando as próximas ondas; na esperança de serem pequeninas, pois não sei nadar...
(A foto é da Praia das Maçãs. Um local cheio de recordações boas e de momentos preciosos.)

2 comentários:

Sônia Silvino disse...

Recordar coisas boas é ser feliz duas vezes.
Tenha uma semana muito gostosa!
Bjkas, minha querida!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não posso passar muito tempo sem mar no horizonte. É com ele que recordo os bons e maus momentos da minha vida.