Memorial

Companheiros de Pensamentos

sábado, 14 de março de 2009

AVISO - Para quem visitar a minha casa:

"Preste Atenção!!!
Se não quiser ser recebido por patas e rabinho "dançante", não entre... porque um cão vive aqui.
Se não gosta de nariz gelado e língua molhada, não entre... porque um cão vive aqui.
Se não quiser tropeçar nos brinquedos espalhados, não entre... porque um cão vive aqui.
Se acha que uma casa deve estar sempre cheirando a perfume, não entre... porque um cão vive aqui.

Mas se não se importa com nada disso, você será muito bem recebido em meu lar e muito amado também...

1. Seja bem-vindo.
2. Lembre-se de que meu cachorro vive aqui. Você não.
3. Se você não quer pêlos de cachorro em suas roupas, fique longe dos móveis.
4. Sim, os cachorros têm hábitos desagradáveis. Eu também, assim como você. E daí?!
5. CLARO que ele cheira a cachorro. Já percebeu como nós, humanos, cheiramos ao final de um dia de trabalho? Coloque-se no lugar de alguém que tem um olfato 400 vezes mais sensível que o seu e sempre o receberá com explosões de carinho no retorno ao lar.
6. É da natureza dele tentar cheirar você. Por favor, sinta-se à vontade para cheirá-lo também.
7. Se existisse algum risco do cachorro mordê-lo, eu não o deixaria se aproximar de você. Porém, não posso impedi-lo de responder a agressões, as quais podem ocorrer até em pensamento, seja para com ele, seja para comigo a quem devota fidelidade. Os cachorros percebem, tenha certeza.
8. Você já tentou beijar alguém e recebeu em troca um empurrão? Se um cachorro tentar lambê-lo é porque aprova sua presença e quer demonstrar isso carinhosamente a você; e lembre-se que cachorros não mentem ou fingem.
9. Aqui cachorro recebe devidos cuidados veterinários, alimentação sadia e cuidados higiênicos.
Sua companhia é altamente recomendada pelos médicos, e a maioria das doenças que contraímos ao longo da vida com certeza nos são transmitidas por outros humanos.
10. Há diversas situações nas quais cachorros são preferíveis a pessoas. Afinal de contas, sempre podemos confiar inteiramente em sua fidelidade e sinceridade.
11. Para alguns ele é um simples cachorro. Para mim é um filho adotivo que anda de 4 e não fala tão claramente. Eu não tenho problema em nenhum desses pontos. E você?
12. Volte sempre que quiser, pois será bem-vindo. Até pelo cachorro. Eles são mais sensíveis que nós, bastando se aproximar para distinguir com clareza verdadeiros amigos de pessoas falsas."
"Existem pessoas que não gostam de cães, estas, com certeza, nunca tiveram em sua vida um amigo de quatro patas. Ou, se tiveram, nunca olharam dentro daqueles olhos para perceber quem estava ali."

Desconheço o autor mas, com certeza, assinaria este texto.

6 comentários:

Rita Caissotti disse...

Se um cão soubesse o valor que pode dar a uma vida humana... levava certamente a vida sentado numa poltrona a pedir o que mais gosta!!!

DrFunkenstein disse...

O cão da minha vida Chamava-se Flash. Depois de ser raptado por uns criminosos sem escrúplulos, durante 3 semanas não deu sinais de vida. E 3 semanas depois, vindo não se sabe de onde...mas com uma grande história para contar, apareceu em casa, depois de se ter escapado, moribundo, ferido, magro e doente, só pra dizer: Cheguei querido Dono! Horas depois morreu... Ficará na minha memória para toda a vida. Agora é um anjo no reino divino dos animais. Flash Forever!!!!

Rosa Carioca disse...

E ainda há pessoas que teimam em afirmar que os animais não têm sentimentos, que tudo é movido pelo instinto...

nunoanjospereira disse...

Banzé de seu nome. É gato, morava debaixo de um carro. Tem um pequeno grande problema, que eu ainda não consegui corrigir: afia as unhas onde não deve!

Rosa Carioca disse...

Ou será que tu não arranjas coisas "boas" para o Banzé afiar as unhas, Nuno? (Desculpa, não resisti a fazer este comentário... parece que estou a ver a cena... aquele sofá novo, acabadinho de comprar...)

nunoanjospereira disse...

O raio do gato tem tudo! Cortiça, uns baraços especiais, cartão, é o que não falta!... mas lá está: nesta casa vive um gato.