Memorial

Companheiros de Pensamentos

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

E o ano novo começou...



E começou já deixando às claras toda a minha impotência...

No dia 1, o meu cão mais novo começou com tosse, muita tosse. A princípio até pensei que estava engasgado com alguma coisa. Foi uma aflição ver o bichito assim. Não sabia o que fazer, não sabia o que poderia ser e daí a minha sensação de impotência.
Se eles ao menos falassem tipo: "Oh, dona, estou com uma dorzinha de garganta"; ou, "Dona, estou mal-disposto..."; mas, não. Quando aparecem os sintomas, já está tudo instalado.

E o meu cãozito (que não é pequenito) aproximava-se de mim, sempre que tinha os ataques de tosse, talvez esperando que eu fizesse algo para que aquilo passasse. Mais uma vez, total impotência! Foi uma noite terrível!

No dia seguinte, logo de manhã, fomos os primeiros a chegar à Clínica Veterinária.
Pronto! Tudo esclarecido. Era faringite, também conhecida como "tosse do canil". Toma lá uma "pica", mais antibiótico e uns compromiditos.
Saí aliviada mas com o aviso que poderia passar para o amiguinho dele.

E passou! Quatro dias depois, o meu cãozito mais velho começou com aquela tosse terrível.
Não me alarmei mas cortava o coração sempre que ele tossia. Ninguém dormiu nessa noite.

No dia seguinte lá fomos outra vez à mesma clínica e lá veio a mesma medicação.
Porém, desta vez não me senti impotente. Já sabia o que era, já sabia que havia tratamento e acreditava que o meu velhote ia ficar bem. Graças a Deus, já passou. Os dois estão bem.

É claro que sei que eles não são eternos mas como gostaria que fossem...
A calma que proporcionam quando me fazem companhia, as risadas que me provocam com suas loucuras e traquinices, a lealdade que demonstram, a sinceridade que se vê naqueles olhos.
Não compreendo como algumas pessoas não conseguem ver todas as virtudes que estes bichinhos têm.
Não compreendo por que acham tão estranho o cuidado e a preocupação que tenho com eles, mas é tão simples de entender: ELES SÃO MEUS AMIGOS E MEUS ANJOS CANINOS.


2 comentários:

Maria João disse...

Rosa

É natural que muitas pessoas não entendam o cuidado que tens com os teus cães, fieis amigos e teus companheiros, que te acompanham em todos os momentos. Sabes, é que muitas pessoas tem pouca noção do que é a dignidade, a dignidade humana e a dignidade do animal. Para esses é fácil abundonar uns e outros em função dos seus próprios interesses.

Um beijinho

Rita Caissotti disse...

Se a maioria soubesse o significado dos teus ,dos meus cães na nossas vida...Não se trata de exagero,tratasse de devolver todo o carinho que nos dão sem cobrar nada! ...Quanto aos sustos,ui,quantos e quantos !E quantas correrias apreensivas para o veterinário.