Memorial

Companheiros de Pensamentos

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Tributo aos meus Professores


Há Professores e professores. Diria melhor, há Professores e pessoas que têm o emprego de professor.
Posso dizer que tive ambos. A minha primeira Professora, Profª Angélica Martins Garcia, foi marcante pela sua atenção permanente com seus alunos. Não era de dar miminhos nem beijinhos mas estava sempre atenta às nossas dificuldades. Nunca a vi usar a palmatória, nunca a ouvi desprezar alguém. Foi um bom exemplo para mim.
Depois tive algumas pessoas que tinham o emprego de professora e não vou perder tempo a escrever sobre elas. Não compreendo como pode--se tratar os alunos levando em conta a situação financeira dos respectivos pais. Enfim...
Nos 6º, 7º e 8º anos, tive a grande oportunidade de ser aluna da Profª Terezinha Campos, leccionava História e Geografia do Brasil. Que Professora! Que sabedoria, que cultura, que psicologia! Ela agigantava-se quando ensinava-nos factos históricos. As aulas dela eram puro prazer. E quando era necessário repreender algum aluno, por mau comportamento, sua voz baixava de tom mas a força da razão fazia-se ouvir bem alto dentro de nossas cabeças e corações.
Depois, no antigo Liceu São Paulo, tive Professores com características bem distintas:
- Profª Laura (Matemática): tinha o dom de apresentar os conteúdos com uma facilidade, que descobríamos todos os "segredos" das fórmulas matemáticas.
- Prof. Waldemar (Química): sabia muito mas não tinha muita paciência para ensinar. Mas, devido ao seu valor, foi escolhido para ser o Padrinho da Turma.
- Profª Rosely (Inglês): foi a única Professora que conseguiu que gostasse de inglês.
- Prof. Laurindo Chaves Neto (Hematologia, Biologia): ensinou-nos muito mais do que conteúdos necessários para o mercado de trabalho, ensinou-os como seria o próprio ambiente de trabalho.
- Profª Solange (Educação Física): preocupava-se com cada aluno, dentro das suas habilidades (ou não, como no meu caso).
- Prof. Paixão (O.S.P.B.=Organização Social e Política do Brasil): apenas tenho a dizer que foi um GRANDE PROFESSOR.
Depois veio a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, da Universidade Católica de Santos, onde tive Bons Professores e Boas Professoras. Todos merecem o meu mais profundo respeito e admiração mas... há uma Professora que sempre se destacou para mim: Professora Doutora Conceição Neves Gmeiner.
Destacou-se pela sua enorme cultura, grande sabedoria e pela grande Pedagoga que é. Ensinou-me que o fato de ser autoridade não tem nada a ver com ser autoritária. Ensinou-me que a verdadeira Professora conhece, a fundo, seus alunos e deve ter o cuidado de direccionar suas aulas para TODOS eles. Ensinou-me que o bom humor deve estar presente nas aulas mas que não deve ser vulgar. Ensinou-me que nós somos o que pensamos. Ensinou-me que a discussão é enriquecedora quando baseada em argumentos válidos. Ensinou-me que sempre devemos reflectir no que queremos, realmente, para nossas vidas. Ensinou-me que, na vida, há sempre prioridades e devemos saber classificá-las. Ensinou-me que a verdadeira Professora toma conhecimento dos problemas de seus alunos (quaisquer que sejam) e tenta apontar para possivéis soluções.
Lembro quando ela obteve o seu Doutoramento em Filosofia com nota máxima e menção honrosa.
Nós, enquanto alunas, ficámos a saber, não por ela. Quando ela apresentou-se para a aula, nós dissemos-lhe: "-Agora temos que passar a tratá-la por Doutora."
E ela, parou imediatamente na entrada da sala, virou-se para nós e disse: "- Antes de ser Doutora, fui, sou e sempre serei Professora."
Uma Professora que deixou-me uma profunda marca.
E, para finalizar, o meu grande tributo aos meus primeiros Mestres: os meus Pais, que ensinaram-me tudo o que sou.

3 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Bela homenagem. passa lá no meu blog e veja o post de ontem.
Saudações Florestais !

Carla Silva disse...

Bemmm, nem eu tinha escrito melhor....
Olha lá, eu posso ensinar qualquer coisita, assim no próximo, meu nome pode constar... hehehe :)
Parabéns aos Teus Mestres, teus pais, parabéns aos teus professores e parabéns a ti mesma porque para além de todos os ensinamentos junta-se o carácter, a personalidade, o Ser, e este, ainda hoje o estás a construír e na minha modesta opinião o estás a fazer muito bem, continua.
Gosto de ti!!!

Rosa Carioca disse...

Grande beijinho!