Memorial

Companheiros de Pensamentos

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Cotidiano dos nossos professores...

(Recebi o seguinte texto de uma colega, por e-mail. Pode parecer anedótico mas, realmente, é o que vivemos nos dias de hoje.)

Faço projectos, planos, planificações;
Sou membro de assembleias, conselhos, reuniões;
Escrevo actas, relatórios e relações;
Faço inventários, requerimentos e requisições;
Escrevo actas, faço contactos e comunicações;
Consulto ordens de serviço, circulares, normativos e legislações;
Preencho impressos, grelhas, fichas e observações;
Faço regimentos, regulamentos, projectos, planos, planificações;
Faço cópias de tudo, dossiers, arquivos e encadernações;
Participo em actividades, eventos, festividades e acções;
Faço balanços, balancetes e tiro conclusões;
Apresento, relato, critico e envolvo-me em auto-avaliações;
Defino estratégias, critérios, objectivos e consecuções;
Leio, corrijo, aprovo, releio múltiplas redacções;
Informo-me, investigo, estudo, frequento formações;
Redijo ordens, participações e autorizações;
Lavro actas, escrevo, participo em reuniões;
E mais actas, planos, projectos e avaliações;
E reuniões e reuniões e mais reuniões!...

E depois ouço,
alunos, pais, coordenadores, directores, inspectores,
observadores, secretários de estado, a ministra
e, como se não bastasse, outros professores,
e a ministra!...

Elaboro, verifico, analiso, avalio, aprovo;
Assino, rubrico, sumario, sintetizo, informo;
Averiguo, estudo, consulto, concluo,
Coisas curriculares, disciplinares, departamentais,
Educativas, pedagógicas, comportamentais,
De comunidade, de grupo, de turma, individuais,
Particulares, sigilosas, públicas, gerais,
Internas, externas, locais, nacionais,
Anuais, mensais, semanais, diárias e ainda querem mais?
Querem que eu dê aulas!?...

(São as aulas que nos dão força para realizar isto tudo. É dentro de uma sala de aula, com os nossos alunos, que esquecemos toda esta burocracia. Desenvolvendo o trabalho, directamente com as minhas crianças, é que sinto orgulho de ser Professora.)

6 comentários:

Laura disse...

Muito belo o que alguém escreveu, muito bela a resposta..ainda querem mais? onde será que ouvi que professores têm muito tempo livre? ah, tenho amigas Professoras e bem se lamentam...
E na verdade a dar aulas o coração aquece, são crianças que vão aprender através de quem as ensina..só isso é belo, é lindo.
Um beijinho da laura

Anne Lieri disse...

Rosa,infelizmente é muito cacique pra pouco indio,como dizemos aqui no Brasil!O professor no final nem tem tempo de dar aulas mesmo!Excelente texto!E pode usar qualquer poesia minha quando quiser com as crianças!Eu adoro!Bjs,

Maria João disse...

Que o cansaço de todas as outras actividades, jamais retire aos professores o gosto, a arte e o prazer de ensinar. Propósito da sua profissão, afinal!

O meu abraço a todos os professores cuja vocação pelo ensino, se mantem inalterada.

Um beijinho especial para ti!

Fê-blue bird disse...

Um texto muito bem conseguido e que mostra bem o dia a dia de um professor.
Tem que se gostar realmente de ensinar para sobreviver a tudo isso.

Um beijinho solidário

Rosa Carioca disse...

Laura, pois é e ainda dizem que tempos 2 meses de férias...
Anne, obrigada. Sempre que usar vou avisar-lhe.
Maria João, muito obrigada.
Fê, é verdade, só gostando muuuuiiiitttooo!

Sônia Silvino disse...

Oi, Aninha queriiiida!
Adorei! Tudo a ver comigo! E te confesso: não sinto saudades nenhuma. Foram muitas decepções, amiga!
Bjkas, muitas!