Memorial

Companheiros de Pensamentos

sábado, 13 de fevereiro de 2010

"MESTRES SÃO METADES"; - de Aluísio Cavalcante Jr.


Aprendi com os anos dedicados a educação,
Que para ensinar lições que tenham sentido
É preciso que se tenha uma certeza:
Mestres são metades.
É dessa certeza que vem a sua força,
Pois Mestres que se reconhecem metades sabem muitas coisas.
Sabem que não podem ser sozinhos.
Sabem que não podem esconder as lágrimas.
Sabem que têm o poder de se reinventar.
Sabem que têm o dom de encantar a si e aos outros
Com pequenas conquistas que para muitos passariam despercebidas.
Por saber tudo isso Mestres metades renascem a cada dia
Como renasce o sol a cada manhã.
E quando estes Mestres encontram outros Mestres,
Seus sonhos se entrelaçam como feixes de trigo,
Pois embora sejam diferentes,
São feitos de um único sonho.
De um sonho ensinado a cada dia de forma coletiva,
E que faz com que todos possam entender
Que a vida só realmente é vida,
Quando faz cada vida TORNAR-SE MAIOR.
Quando faz cada vida TORNAR-SE MELHOR.
(Que lindo texto! Quanta verdade! O texto que devia ser lido por muitas pessoas, por muitos mestres...)

6 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Para mim ter um texto publicado neste espaço de idéias, sonhos e sentimentos é um motivo de grande alegria.
São destes ecos das nossas palavras que crescem novas inspirações para alimentar nossas vidas.

Obrigado de coração.


Esteja sempre do lado dos sonhos.

Maria João disse...

Rosa

Excelente texto que deveria de ser lido por muitos, como dizes.
Os mestres são, realmente, aqueles que fazem sempre uma vida ser melhor e maior. E estão a faltar, minha amiga... estão a faltar!

Um beijinho

Rosa Carioca disse...

E como devia ser lido por muita gente!

Carla Silva disse...

Eu acho que todos temos um pouco de "Mestres".
Muitas vezes a outra suposta metade é que não alcança... e fica a "Obra" por concluír. Mas...há sempre que insistir.

*(Temos várias Obras completas, não temos Ana?)

Rosa Carioca disse...

Sim, Amiga.

Verena disse...

Amei o texto!!!
Bjkas e Lambeijos para o Tejo e o Kibon