Memorial

Companheiros de Pensamentos

sábado, 12 de maio de 2012

Pedro e Henrique

(imagem tirada da net)
É impossível não lembrar.
Por mais que tenha seguido "em frente",
por mais que "pareça" forte,
por mais que tente arranjar "consolos" ou "justificações";
hoje fariam 8 anos.

10 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga à partidas que deixam abertas feridas que nunca cicatrizam, o tempo apenas alivia suavemente a dor. Penso que a dor da perda de um filho é a pior que podemos ter.
Tenha um domingo de paz e serenidade.
Beijinhos
Maria

quem és, que fazes aqui? disse...

Estou contigo, sem justificações.

Beijo

Laura

Regina Rozenbaum disse...

Ah Rosa, tem justificativa que dê conta dessa saudade/perda/ausência nauuum!
Beijuuss carinhosos n.a.

João Roque disse...

Rosa
estou fora do contexto desta postagem, mas o teor dos comentários faz-me supor que passaste por uma perda irreparável.
É terrível, e se assim for tens toda a minha solidariedade.
podem passar muitos "8 anos" que a falta é para sempre...

Smareis disse...

Deve ser a dor maior do mundo.
Beijos grande!

Ótima semana!

Margarida disse...

:( as palavras não são suficientes...
bjs.

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Há dores que só quem as tem compreende.
O meu abraço sentido e amigo.

beijinhos

Blog da Rutha disse...

Eu mal posso imaginar a dor de perder 2 bebês, os meus filhos são as pessoas mais importantes na minha vida, mas eu acho que você é forte e inteligente e conseguiu seguir em frente com sua vida mesmo com tanto sofrimento. Não existe consolos nem justificações.
Beijos
Laís

João Roque disse...

Agora que sei o que se passou, fico esmagado pela tua dor, que será eterna, apenas mitigada pelo muito amor dos que te são queridos.
Beijinho especial.

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Nada consola a dor de uma mãe ao perder um filho. O que dizer então de dois? Falar é fácil... o difícil mesmo é enfrentar o vazio do dia-a-dia. Somente com muita, mas muita fé para seguir em frente. Tudo passa, tudo passará, mas a cicatriz da ferida vai permanecer para sempre. Força e fé minha querida amiga.