Memorial

Companheiros de Pensamentos

sábado, 12 de junho de 2010

O meu "Trono"

Como é tradição, (desde pequenina que me lembro), lá montámos o trono de Santo António, com o manjerico e uma vela.
Esta imagem de Santo António, dentro de uma bilha partida ao meio, já está na minha família há muitos anos.
A bilha tem a ver com uma das lendas que contam a respeito deste Santo casamenteiro, pois quando ela se partisse, era o sinal de que a moça encontraria o seu futuro marido.
Sempre me interessei por aprender sobre a vida deste Santo, pois ele é meu padrinho de baptismo.
Há relatos muito interessantes mas, o que é mais popular, é o de ajudar moças a casar. Mas também há o sermão aos peixes, o poder de estar em dois lugares ao mesmo tempo, enfim ...
Hoje, à noite, véspera do Dia de Santo António, pelos bairros, pelas aldeias, pelas vilas, cidades deste Portugal, come-se sardinhas no pão, vê-se marchas populares, dança-se nos bailaricos, pula-se fogueiras e convive-se.

6 comentários:

Dora Regina disse...

Os festejos é bem parecido com os do Brasil, menos a tradição de comer sardinha com pão.
Um forte abraço!

Sônia Silvino disse...

Interessante! Como é bom aprender coisas novas!
Beijinhos, muitos!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Prefiro o S. João.

Fatucha disse...

olá! é assim mesmo, este Santo só trás coisas boas a todos os devotos! não conhecia a história da bilha...engraçado.
beijinhos:)

Fê-blue bird disse...

Apesar de ser alfacinha tenho que lhe confessar que nunca tive "queda" para as marchas nem para os santos populares, deve ser defeito de fabrico lol
Mas respeito e admiro o seu gosto.
Um beijinho

Pepi disse...

Olá,
Aprendemos muito com esta postagem
Passamos para deixar beijos e Ronrons
Pepi,Xixo e Verena