Memorial

Companheiros de Pensamentos

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Como um mar...


Sempre tive a mania de dizer que a minha vida era como um mar: cheio de ondas.
Já tive que enfrentar ondas muito altas, fortes, mas que também proporcionavam um diferente ângulo de visão. Já naveguei num mar calmo, com ondas bem pequenas que criavam um ambiente óptimo para a reflexão, para o vôo do pensamento...
Enfim, gosto do mar; da sua plenitude, das suas surpresas, dos seus segredos, da sua força, da sua beleza; apesar de, às vezes, sentir medo. Mas, acima de tudo, tenho um profundo respeito por ele.
Pois é, respeito. No fim das contas, é exactamente isso que devemos ter com tudo, com todos: RESPEITO.
Respeito pela vida, pelos outros, pelos animais, por nós.
Respeito pelos nossos sentimentos. Vivê-los intensamente, sem prender lágrimas nem sorrisos.
Só assim, poderemos "curtir" a nossa Viagem.

1 comentário:

nunoanjospereira disse...

... continuará a corrente a passar para o elo seguinte: respeito; tolerância; aceitação e assim sucessivamente. (escrever isto não custa nada!)