Memorial

Companheiros de Pensamentos

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Percurso Acadêmico

Para exercer a minha profissão, neste país, esperei durante 3 meses para que o Ministério da Educação reconhecesse as minhas habilitações que consistiam, para além das provas do meu exercício efetivo, de:
- uma Pós-Graduação de 2 anos, com aulas durante TODA a semana, NA universidade;
- uma licenciatura de 4 anos, com aulas durante TODA a semana, NA universidade;
- para além de 4 especializações, com os respectivos estágios, realizadas em 4 anos, consecutivos;
- sem falar dos 3 anos de ensino secundário;
- dos 4 anos de ensino fundamental (sistema educacional brasileiro);
- e os 4 anos da (ex) escola primária.
Após análise criteriosa, surgiu o parecer favorável para mim. No meu entender, não poderia ser diferente, pois tudo estava mais do que comprovado com currículos, históricos escolares, notas, etc.
Mas muitas vezes, fico pensando:
Será que "certas" pessoas têm CORAGEM para erguer a cabeça e falar sobre o seu percurso acadêmico?
Será que "certas" pessoas têm a CARA DE PAU de falar sobre hábitos de estudo; sobre o esforço, o cuidado (e até um certo prazer) de elaborar um trabalho sobre os mais diversos temas; sobre aquele nervosismo de defender uma tese frente a Professores Doutores catedráticos?
Será que "certas" pessoas NÃO TÊM VERGONHA NA CARA?

9 comentários:

Fê-blue bird disse...

Amiga a vergonha é algo que de certeza eles não conhecem, já na mentira e na desonestidade são mestres.
Lamentável tudo isto.

beijinhos

quem és, que fazes aqui? disse...

Não, não têm! E são esses que nunca fizeram nada, que agora nos estão a mandar para o desemprego. De uma vez só iremos 7 000 do Quadro e 9 000 dos contratados. Como escrevia há dias , este é, de facto, um MEGA-AGRUPAMENTO!

Beijo

Laura

Brown Eyes disse...

Não têm vergonha na cara e nunca terá e vou-te dizer mais loucos somos nós que a temos. Beijinhos

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Boa noite querida amiga Rosa Carioca. Quem sou eu para falar em faculdade. Mal e mal consegui terminar a licenciatura curta em matemática... ia continuar... mas havia passado num concurso da Caixa Econômica Federal e daí mudei meus planos. Um grande beijo, fique com DEUS. Obrigado pela preocupação com o Bolinha.

Luís Coelho disse...

Parece-me que esses senhores não tem cara de pau. Eles não tem cara nem vergonha. Julgam-se os omnipotentes e sempre-eternos...

Já saltou o Doutro da Universidade e ainda vão saltar mais habilidosos enquanto ele continua de cal e ferro no poleiro do poder......

JP disse...

Rosa,
Se te tivesses matriculado na Lusófona já tinhas muitos créditos e muitos cursos. Assim....


Beijinhos

Regina Rozenbaum disse...

"Certas" muiiiiitas não tem NÃO!
Beijuuss n.a.

João Roque disse...

Já ouviste falar no escândalo da licenciatura de um ministro português e que foi obtida num só ano?
Se houver dificuldades é só vir à nossa Universidade Lusófona, que eles arranjam-te equivalências para tudo e tiras um curso num abrir e fechar de olhos.

DrFunkenstein disse...

Amiguita estou a pensar seriamente pedir a equivalência de licenciatura em JesusCristismo. Passei a vida a sacrificar-me pelos que amei e no final ainda me querem crucificar. O que é que achas?? Só não quero é andar de fralda...porque tenho vergonha :D