Memorial

Companheiros de Pensamentos

domingo, 3 de maio de 2015

Pior Dia do Ano

Para mim, este é o pior dia do ano pois, para além de já não ter a minha Mãe Sábia, Amiga, Companheira, Confidente para mimá-la, também não tenho os meus filhos para receber seus mimos.
Dor em dobro: não tenho a minha Mãe Amiga, mesmo tendo maravilhosas memórias de momentos vividos; não tenho meus filhos e, pior, nem momentos vividos para recordar...
Não quero pena, nem compaixão!
Apenas peço respeito!
Pelo menos num dia do ano, não me obriguem a pensar em agradar os outros.
Pelo menos num dia do ano, não esperem que seja a "animada".
Pelo menos num dia do ano, deixem-me chorar...
Felizmente, tenho alguém ao meu lado que entende, que respeita e que faz tudo para que possa passar esse dia, da melhor forma possível.

(Rosa Amarela = "Não há, talvez, nenhuma outra flor que possa trazer para fora um sorriso guardado ou devolver a alegria perdida em momentos difíceis.")